Factos essenciais: Investir no Brasil - Damalion - Independent consulting firm.
Select Page

Investimento Directo Estrangeiro no Brasil

Nos últimos dois anos, o stock de Investimento Directo Estrangeiro no Brasil tem sido constante, atingindo 608 mil milhões de dólares até ao final de 2020. Em termos de fluxos de IDE, o Brasil é o 11º maior beneficiário do mundo (6º no ano anterior), e o maior da América Latina e das Caraíbas. Os Países Baixos, Estados Unidos, Alemanha, Espanha, Bahamas, e Luxemburgo são os investidores mais significativos no Brasil. A extracção de petróleo e gás, a indústria automóvel, os serviços financeiros, o comércio, a electricidade e a indústria química são os alvos principais do investimento.

O Brasil foi classificado em 124º lugar entre 190 nações no mais recente relatório Doing Business do Banco Mundial, publicado em 2020, contra 109º no ano anterior. Pelo contrário, o país é um dos maiores receptores de IDE do mundo. O Brasil atende a investidores internacionais devido a um grande mercado interno de mais de 210 milhões de pessoas, à disponibilidade de matérias-primas facilmente exploráveis, a uma economia diversificada e menos vulnerável a crises internacionais, e a uma localização geográfica estratégica que permite o acesso fácil a outros países sul-americanos.

Mas, devido a várias características desfavoráveis, tais como uma tributação pesada e complexa, atrasos burocráticos e uma legislação laboral pesada e rígida, investir no Brasil continua a ser arriscado. O Brasil lançou os certificados de origem electrónicos como parte da sua contínua tentativa de melhorar o seu ambiente empresarial, o que reduziu o tempo necessário para a conformidade documental de importação, racionalizando e simplificando todo o processo. Além disso, o país fez uma série de concessões infra-estruturais que contribuíram para o crescimento do investimento. O actual presidente tem ambições de melhorar o ambiente económico do país através da adopção de medidas como a redução do tempo necessário para estabelecer uma empresa no Brasil de 79,5 dias para a média regional de 30 dias. A simplificação da regulamentação em algumas áreas, bem como as futuras alterações fiscais, devem ajudar.

O que considerar se investir no Brasil

Pontos fortes: Vantagens para o IDE no Brasil:

  • Recursos naturais em abundância
  • Existe uma grande classe média e um grande mercado interno (5ª maior população do mundo)
  • Uma posição geograficamente vantajosa
  • Uma economia bem diversificada e bem ligada aos mercados internacionais (os fluxos de IDE e as reservas cambiais são importantes, a dívida externa é baixa)
  • Devido à fraqueza da taxa de câmbio real, as indústrias de exportação, particularmente na indústria, representam oportunidades de investimento.

Pontos fracos:

Apesar da sua abertura ao comércio internacional, o Brasil tem uma série de obstáculos ao IDE:

  • As regras laborais são onerosas, resultando em despesas elevadas para as empresas estrangeiras e mantendo uma grande parte do negócio local no sector informal.
  • Os custos de produção são realmente elevados (salários, crédito, energia e logística)
  • Infra-estruturas que não tenham sido suficientemente desenvolvidas
  • O risco regulamentar é muito elevado (tributação elevada e sistema fiscal pesado)
  • As alterações nos preços das mercadorias nos mercados internacionais expõem-no a um grande risco.
  • Há uma escassez de mão-de-obra.

Medidas Governamentais para Motivar ou Restringir o IDE:

O IDE é encorajado e promovido pelo go brasileirovernment. O investimento estrangeiro é promovido pela Banco Nacional de Investimento (BNDES), um dos maiores bancos de desenvolvimento do mundo. A maioria dos obstáculos ao investimento estrangeiro, particularmente na bolsa de valores, foram levantados. Nos últimos quinze anos, um grande número de empresas públicas foi privatizado, e vários sectores foram desregulamentados.

Entre os benefícios oferecidos pelo Brasil para atrair investimento, encontram-se os seguintes:

Renai, que fornece informações a potenciais investidores sobre oportunidades de negócio no Brasil; Inovar-Auto Programa, que visa melhorar o desenvolvimento tecnológico e a eficiência energética; Consulta Pública Ex-Tarifário, que permite uma maior inovação por parte das empresas através de uma redução temporária da taxa do imposto sobre a importação de bens de capital. Além disso, o governo federal brasileiro fornece apoio ao investimento sob a forma de fundos e acordos fiscais que restringem a dupla tributação.

A Agência Nacional de Promoção de Investimentos do Brasil é a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). O website da Apex-Brasil fornece informações sobre o sistema fiscal brasileiro, protecção da propriedade industrial, legislação laboral e ambiental, apoio ao crédito, e incentivos ao investidor estrangeiro.

Oportunidades de investimento no Brasil

Os Sectores Chave da Economia Nacional:

Carne de vaca, aves, folhas de tabaco; agricultura (cana de açúcar, café, laranjas, soja, bananas, nozes, castanhas de caju, milho, ananás e pimentos); minérios minerais, ferro, e alumínio. Nos domínios da aeronáutica, farmacêutico, automóvel, ferro e aço, e químico, o país está a afirmar-se cada vez mais. O sector das petrogas tem muito potencial, e o Brasil é o maior mercado de energias renováveis da América Latina.

Além disso, o governo brasileiro iniciou um programa de investimento no desenvolvimento de infra-estruturas. As oportunidades são abundantes, particularmente no desenvolvimento de aeroportos e, mais amplamente, em parcerias público-privadas destinadas ao desenvolvimento de infra-estruturas, tais como o Projecto Crescer. O sector do franchising está a florescer no Brasil, graças à ascensão da classe média.

Sectores de Elevado Potencial:

Biotecnologia agrícola, produtos agrícolas, culturas e gado, tecnologias digitais, aeroespacial, produtos químicos, petroquímicos e energia limpa, extracção de petróleo e gás, extracção de metais, electricidade e gás, comércio, transportes, metalurgia básica, veículos automóveis, reboques, semi-reboques, e actividades imobiliárias são apenas alguns dos sectores no Brasil que oferecem excelentes oportunidades a curto prazo.

Programas dePrivatização:

Em Julho de 2009, o governo economicamente liberal do Brasil anunciou um programa de privatização, o maior do mundo em termos de número de empresas a privatizar, que promete reduzir o número de empresas estatais de 134 para apenas 12, e de longe o maior em termos de valor do activo, estimado pelo banco de investimento Bradesco BBI a R$ 470 mil milhões ($117 mil milhões). A TAG, subsidiária da Petrobras, foi vendida por 8,7 mil milhões de dólares a uma parceria liderada pela Engie SA de França e pela Caisse De Depot Et Placement Du Quebec (CDPQ) do Canadá.

Sectores onde as oportunidades de investimento são mais reduzidas

Sectores Monopolistas:

A energia nuclear, os serviços de correio e telégrafos, e a indústria aeroespacial estão todos proibidos de utilizar capital estrangeiro. O Governo Federal é legalmente responsável pela exploração de serviços e instalações nucleares de qualquer tipo, bem como pelo exercício do monopólio estatal sobre investigação, extracção, enriquecimento e reprocessamento, industrialização e comércio de minérios e derivados nucleares, ao abrigo das disposições da Constituição (Art.21, XXIII).

Sectores em decadência:

Os têxteis, em particular, estão entre as indústrias mais afectadas pela concorrência asiática.

Damalion fornece soluções de consultoria especializada para ajudar os investidores estrangeiros a maximizar os seus investimentos no Brasil. A nossa extensa rede global de serviços permite-nos alargar a nossa perícia a iniciadores de todo o mundo. Os nossos profissionais qualificados e ligações oferecem às entidades jurídicas e aos investidores privados as melhores estratégias na formação de empresas, estabelecimento de fundos, optimização de investimentos, e aconselhamento em matéria fiscal. Para saber mais, procure um especialista em Damalion hoje.

Esta informação não pretende ser um substituto para aconselhamento fiscal ou jurídico específico e individualizado. Sugerimos que discuta a sua situação específica com um consultor fiscal ou jurídico qualificado.